Prefeitura de Barras tem 1 milhão bloqueados da gestão Carlos Montes

O valor da dívida relacionada à desorganização da gestão anterior passou nesse mês de abril da casa R$ 1 milhão e 27 mil.

Prefeitura municipal de Barras. Foto: reprodução

 Prefeitura municipal de Barras. Foto: reprodução

A Prefeitura de Barras vem sofrendo constantes bloqueios de dinheiro nas contas por conta da omissão da assessoria jurídica da ex-gestão de Barras que tinha à frente o médico Carlos Monte. São vários os processos abertos na Justiça, que foram ignorados pelo jurídico do ex-gestor.

De acordo com o secretário de Finanças, Renato Dias, os bloqueio a processos judiciais como causas trabalhistas, pagamento de adicional noturno, de insalubridade para os profissionais que têm direito.

“Existia uma omissão por parte da gestão anterior. Os advogados não compareciam às audiências, não contestavam e o processo corria à revelia e as consequências dessas omissões está recaindo nessa gestão, a do prefeito Edilson Capote”, acrescenta Tyronne Sampaio, assessor da secretaria de Finanças da prefeitura de Barras.

O valor da dívida relacionada à desorganização da gestão anterior passou nesse mês de abril da casa R$ 1 milhão e 27 mil.

O secretário Renato Dias informa que os bloqueios são diários, mas que a prefeitura está conseguindo manter os compromissos em dia e até antecipando pagamento de servidores devido a um rígido controle das contas e à medidas de contenção de despesas tomadas pelo prefeito Edilson Capote para garantir que as dívidas herdadas da gestão anterior.

Fonte: Longa.com

Mais de Barras Piauí