Professora de Boa Hora desenvolve ação inovadora para estimular alunos durante a pandemia

Isabel Carvalho é professora da Escola Municipal Cecília Coelho de Resende

 Isabel Carvalho é professora da Escola Municipal Cecília Coelho de Resende

Em Boa Hora (PI), uma professora teve a ideia de divulgar as aulas remotas transmitidas pela Secretaria de Estado da Educação (Seduc), por meio do Canal Educação, para estudantes do Ensino Fundamental. A Ação é fundamental no atual momento de escolas fechadas, devido à pandemia do novo Coronavírus.

Isabel Carvalho, professora da Escola Municipal Cecília Coelho de Resende, teve a ideia após notar que nos grupos de Whatsapp pais e alunos estavam em um dilema: alguns queriam aula presencial e outros não. "Então, após uma aluna da escola expor sua necessidade de aulas e explicações, me despertou o desejo de ajudar não somente aquela moça, como também aos demais que tivessem interesse", conta.

Isabel passou a divulgar nos grupos como funcionavam as aulas remotas e perguntou se alguém tinha interesse em acompanhar. Com ajuda da coordenação da escola, ela passou a disponibilizar os links. Nesse momento surgiu outra surpresa. "Meu alvo era o 9º ano. Mas aí veio a melhor parte: pais de outras séries e alunos me enviaram mensagens pedindo os links do 6ºano, 7º ano e 8º ano. Eu assumi o compromisso de todos os dias disponibilizar o link das aulas para eles", revela.

Atualmente cerca de 37 alunos da escola acompanham as aulas remotas. A professora conta que a resposta dos alunos foi bastante positiva. "Comecei a receber prints de alunos falando o quanto as aulas são excelentes e que estão amando", afirmou.

Graziela Rezende, aluna do 9º ano, foi uma das primeiras estudantes a pedir à professora para assistir as aulas. Ela se mostrou participativa no grupo e informa quando as aulas começam no YouTube, onde acontece a transmissão.

"O Canal está conseguindo suprir nossa necessidade de explicação das aulas, pois como aluna, sentia falta do professor mais próximo. Além disso, podemos interagir com o professor. Não só para mim, mas todos os alunos que querem aprender as aulas estão gostando", revela.

Professora acredita no poder transformador da educação

Isabel Carvalho, assim como tantos piauienses, teve uma infância bastante difícil e desafiadora. Criada pelos avós, sua única motivação era estudar. "Fui vítima de preconceito por minha 'pobreza'. Meus professores viam meu esforço e sempre encontrei um anjo pra me ajudar. Eu brincava de ministrar aula, juntava as crianças na rua e os ensinava. Eu ficava tão feliz. Hoje vendo esses meninos querendo aprender eu sinto uma nostalgia, pois, desta vez, sou eu quem está contribuindo de alguma forma. Precisamos nos reinventar e acreditar que dias melhores virão!", finaliza.

Desde do início do decreto emergencial, o Governo do Estado do Piauí, por meio da Seduc, transmite aulas remotas para turmas o Ensino Fundamental, Médio, Cursos Técnicos, Educação de Jovens e Adultos (EJA), Ensino Superior e Pré-Enem.

Com informações do Canal educação

Mais de Educação