Governo do Piauí anuncia auxílio de 400 para estudantes jovens e adultos

 

O PRO Alfabetização de Jovens e Adultos (Proaja) abrirá consulta pública, no dia 20 de abril, de forma remota, para representantes da sociedade e pessoas e/ou organizações que possuem experiência com a educação para discutirem as ações do programa que pretende alfabetizar 200 mil piauienses nos 224 municípios. Essa é mais uma importante política social do Governo do Estado que pretende oportunizar educação para os cidadãos piauienses.

“A entidade que tiver interesse em alfabetizar, experiência em educação e algum trabalho com a educação de jovens e adultos poderá participar da audiência pública, onde a Seduc fará uma explanação do programa de alfabetização, além de receber as sugestões que possam somar”, disse José Barros, superintendente de Educação Profissional e Educação de Jovens e Adultos da Secretaria de Estado da Educação (Seduc).

O entendimento do governador Wellington Dias é a de que o analfabetismo é um dos principais pilares da desigualdade educacional entre o Brasil e a região Nordeste. Segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad), o estado possui 421 mil analfabetos, sendo 58 mil em Teresina. No Brasil, esse número chega a 11,25 milhões de analfabetos.

Além do programa de alfabetização, será oferecido um incentivo financeiro para as pessoas que buscarem essa alfabetização, no valor de R$ 400 e as entidades receberão uma ajuda para os custos. A ideia é que, após aprender a ler e escrever, o alfabetizando seja matriculado em um Centro de Educação de Jovens e Adultos (Ceja) e dê continuidade aos estudos, concluindo o ensino fundamental e médio.

Mais de Educação